Você sabe o papel do dono de empresa fora do negócio dele?

Você já parou para pensar na importância do seu papel, dono de empresa, para a sociedade? Esse trabalho, que eu e você executamos, é fundamental para o crescimento do país. Também temos o privilégio de inspirar pessoas e trazê-las para construir um sonho com a gente.

Entender qual é o papel do empresário fora da sua empresa é fundamental para trazer essa reflexão para dentro do próprio negócio. E isso tem tudo a ver com o crescimento, ou estagnação, da sua empresa.

Pensando nisso, eu, Marcelo Germano, fundador do EAG (Empresa Autogerenciável), vou te fazer pensar sobre a importância do que você tem feito para a sociedade e como você pode alinhar isso com o seu time.

Te desejo uma excelente leitura e reflexão!

A relevância do dono da empresa na sociedade

Para contextualizar o seu papel dentro da sua empresa, vou abordar, primeiro, qual é o papel de um dono de uma pequena e médias empresa para a sociedade. 

Acima de tudo, é uma pessoa que busca inspirar outras por meio de um propósito. 

Não foi nada fácil abrir uma empresa. Mas, movidos por uma habilidade ou paixão, os empresários mostram perseverança e vontade de fazer a diferença no mundo, oferecendo um produto ou serviço que ajude a vida de alguém.

No entanto, essas habilidades que motivaram o dono da empresa a abri-la não são as que vão levar o negócio para o próximo nível. Em algum momento, você percebeu que precisou desenvolver e cultivar habilidades pessoais especiais e ajuda externa. Criatividade, ousadia, resiliência e inovação são algumas delas, que precisam caminhar, lado a lado, com conhecimentos técnicos e práticos da área, como planejamento de finanças e gestão de pessoas.

O outro fator muito importante é que líderes como eu e você, somos responsáveis por parte das ofertas de emprego do país, bem como por uma melhor distribuição de renda da população. 

Donos de pequenas e médias empresas também ajudam a expandir a área comercial da região onde o negócio está instalado. Assim, crescem as chances desse bairro ou cidade gerar mais renda e empregos para as pessoas que ali vivem. Então eu te pergunto: a sua empresa é um lugar onde as pessoas sonham em trabalhar? E o seu produto ou serviço, já chegou no nível “indispensável” para o público que atende? 

A relevância do dono da empresa no próprio negócio

E o seu papel de dono dentro da própria empresa? 

Além de inspirar pessoas e de promover a geração de empregos para uma equipe alinhada ao seu propósito, você precisa executar o papel que vai fazer o seu negócio crescer

É nessa hora que muitos empresários empacam. Não conseguem fazer a própria empresa crescer, embora trabalhem 12, 14, 16 horas por dia, fazendo até mesmo o trabalho operacional que deveria ser feito pelos seus funcionários. Se identificou? 

E o motivo para isso acontecer é muito simples: você está desempenhando o papel errado dentro da sua empresa. 

Para se ter uma empresa autogerenciável, em crescimento e impactando uma sociedade positivamente com empregos e uma prestação de serviço relevante, é necessário você entender qual é o real papel de um dono de uma empresa. Para isso, é preciso entender a diferença entre trabalho operacional e trabalho estratégico

O trabalho operacional é o que precisa ser feito pelos colaboradores, com o objetivo de entregar ao cliente o serviço ou produto prometido. 

Já o trabalho estratégico, feito por você, empresário, está sempre objetivando conduzir sua empresa para suas respectivas missões, visões e valores, assim como desenvolver e capacitar os seus funcionários.  

Em outras palavras, enquanto os funcionários trabalham para fazer a empresa funcionar, o dono trabalha para o seu negócio crescer. E o nível de sucesso da sua empresa pode ser medido pela execução correta do trabalho operacional e do trabalho estratégico.  

Uma empresa que faz a diferença no que oferece precisa estar organizada internamente, com funções e processos bem definidos, reunindo talentos brutos e lapidados, trabalhando no desenvolvimento de seus colaboradores e caminhando junto para um objetivo comum. 

São medidas e visões de negócio que impactam na vida de muitas pessoas, que assim como você, deixam de ver o local de trabalho como um lugar caótico, e passam a gostar do que fazem, do ambiente e vêem propósito no que estão se dedicando a fazer.

Considerações finais

Repensar o lugar de cada um dentro de uma empresa e em como melhorar resultados vai muito além do faturamento interno daquela empresa.

Impacta na vida desses colaboradores, que passam a ver sentido no que fazem ali além de se sentirem parte de algo importante; inspira outros donos de pequenas e médias empresas a construírem algo semelhante; e faz a sociedade como um todo desejar o que o negócio oferece ou fazer parte dele. 

E essa realidade é feita de equipes autogerenciáveis e de donos que desempenham o real papel de um dono de empresa. 

Mas calma, está tudo bem se você ainda não saber o seu papel. A maioria dos donos de empresa abrem um negócio sem pensar tão à frente. Mas você precisa se permitir amadurecer, sair do operacional, para poder ter essa visão macro de como você está contribuindo para o mundo, e adquirir essa visão o quanto antes.

Permanecer no mesmo lugar (errado) dentro do negócio impede você de desenvolver essa visão estratégica. Aproveite enquanto há tempo de arrumar esse cenário.

O EAG Empresa Autogerenciável foi criado para ajudar donos de empresas a resolverem o caos em que seus negócios se encontram e torná-los autogerenciáveis.