Como Encontrar Um Bom Sócio

Eu sei que muitos donos de empresas tem dificuldade em encontrar um bom sócio.

Mas esse problema será resolvido nesse post.

Vou começar contando a história que aconteceu com meu amigo.

E por conta do desfecho, ainda hoje ele continua morando nos Estados Unidos.

Tudo começou quando ele decidiu abrir sociedade com uma pessoa que tinha dinheiro para investir no negócio do meu amigo.

Esse possível sócio era dono de um bingo.

Essa pessoa não tinha muito interesse no negócio do meu amigo, porque ele ganhava bastante dinheiro com o bingo.

Ainda assim, meu amigo decidiu abrir sociedade com ele.

E aí, aconteceu uma tragédia: o sócio do meu amigo, dono do bingo, foi morto.

E um belo dia, o meu amigo começou a receber ameaças de morte, mesmo ele não tendo feito nada de errado!

O meu amigo não tinha nada a ver com bingo, não entendia nada de bingo…

E ainda assim, ele foi impactado devido ter relação com a pessoa que era seu sócio.

Então, ele se mudou do Brasil para os Estados Unidos, e ainda hoje mora por lá.

Por que estou contando essa história?

Porque eu sei que muitas pessoas querem abrir sociedade com alguém devido ao dinheiro que esse alguém possui.

E muitas vezes, não se perguntam:

De onde vem esse dinheiro?

Quem é essa pessoa?

Essa pessoa é honesta ou desonesta?

Então, antes de abrir sociedade com uma pessoa, você precisa analisar para além do dinheiro.

Para te ajudar, vou te mostrar os 3 pontos que envolvem a decisão na hora de encontrar um sócio.

Lembrando que ambos se complementam, e é preciso ter os três alinhados.

Primeiro ponto para encontrar um bom sócio: Clareza.

Algo tão simples…

Mas que pouquíssimas pessoas levam em consideração, quando o assunto é encontrar um sócio.

A clareza é um ponto crucial para que uma sociedade tenha sucesso.

E para trabalhar esse ponto, é necessário que você responda as seguintes perguntas:

Onde eu quero chegar?

Onde eu quero que a minha empresa chegue?

Depois de responder isso, é hora de alinhar com o seu sócio.

Porque é preciso ter muito claro e alinhado os objetivos de ambos.

E é assim que cada saberá onde chegar, e então trabalhar juntos para atingirem os objetivos.

Segundo Ponto: Propósito.

Para se ter um sócio coerente com a sua empresa, é preciso que você responda as seguintes perguntas referente à sua empresa:

Por que a gente faz isso?

Qual o propósito de fazer o que fazemos?

Inclusive, uma das resposta pode ser ganhar dinheiro.

Mas… Será que é só isso?

Por isso é importante você se questionar com essas perguntas, para ter mais conhecimentos sobre o que você e sua empresa fazem.

E esse será o segundo indicador para você avaliar na hora de encontrar um sócio.

Terceiro e último ponto: Valores.

Quando se trata de valores, é sobre os valores da empresa e os seus valores pessoais.

E esse ponto também é crucial na hora de encontrar um sócio.

E para conhecer e entender melhor sobre os valores, eu vou deixar mais algumas perguntas que você precisa responder.

Afinal, é se questionando que a gente vai obtendo autoconhecimento e, assim, identificando o que a gente tolera e não tolera.

Por isso, pega papel e caneta e responda as seguintes perguntas:

Quais são os meu valores?

Desses, quais são os valores que eu não abro mão de forma alguma?

Dentre os meus valores, quais são os que ainda eu posso negociar?

Depois que vocês responder essas questões, é necessário que você identifique os valores do seu sócio, ou futuro sócio.

Porque é preciso verificar se há coerência com os seus valores e da empresa;

Se dá conflito com algum valor teu;

E se esse valor teu que é conflitante com o(s) valore(s) do sócio,é preciso verificar se esse valor é negociável ou não…

Daí já temos um indicador que pode te nortear a tomar decisão em continuar com a sociedade ou não.

Mas calma, que não é só isso que você deve levar em consideração para tomar decisões.

É preciso ter o alinhamento desses três pontos que eu abordei.

Se você responder às perguntas que eu deixei em cada ponto…

Pode ter certeza de que você terá mais conhecimento si mesmo, sobre sua empresa e sobre como encontrar um bom sócio.

E esse é um bom ponto de partida na hora de encontrar um sócio, e também para saber que rumo a sociedade tomará.

Caso você não tenha a clareza necessária, e mesmo com um sócio você esteja trabalhando 10, 12, 14, 16 horas por dia…

Tenho um convite para te fazer.

Clique no botão abaixo e saiba como eu posso te ajudar.