Se o Seu Funcionário Não é Engajado, Esse Post é Para Você

Caro Comandante,

Você sabia que existem, individualmente, 3 níveis de engajamento?

O que eu quero dizer é que as pessoas podem estar em um determinado nível…

Mas nada impede que possam aprender e melhorar o próprio engajamento.

Afinal de contas, todos nós somos passíveis de mudança – basta ter autoconhecimento e aplicar o que é necessário para mudar.

Então, vamos conhecer o primeiro nível!

Engajamento Nível 1 – O engajado

Você consegue distinguir facilmente esse tipo de pessoa.

Isso porque a pessoa que é engajada é aquela que “veste a camisa da empresa”.

Ou seja, ela tem uma conexão profunda com sua empresa, que ama trabalhar lá!

É quase um caso de amor mesmo.

As pessoas que estão nesse nível de engajamento, são aquelas que:

Vão gerar inovação;

Gera mudanças;

Pegam as tarefas para fazer;

Aceitam os desafios…

E quando as coisas não vão bem na sua empresa, o funcionário engajado sente profundamente, devido à sua conexão.

E quando as coisas estiverem bem no seu negócio, o funcionário engajado vibra junto com você e com o time, comemora, e sente orgulho do que faz e de fazer parte da sua empresa.

Engajamento Nível 2 – O desengajado

A pessoa desengajada é aquela que, obviamente, não é ativa como a pessoa engajada.

Mas não significa que ela é contra a empresa.

Pois a pessoa desengajada é aquela que não tem amor pela empresa.

Basicamente, o funcionário desengajado é aquele que:

Executa o trabalho dela;

Faz o que lhe foi pedido para fazer;

E vai embora.

Simples assim.

Se a gente for parar para pensar, a pessoa que está nesse nível de engajamento á neutra:

não ama a empresa…, mas também não odeia.

Engajamento Nível 3 – O ativamente desengajado

Esse é o tipo de engajamento que você deve se preocupar, empresário.

Pois esse é o que chamamos de “câncer” na empresa.

Sabe por quê?

Porque o funcionário ativamente desengajado boicota tudo!!

É aquela pessoa que está insatisfeita com a própria vida, e com a empresa.

Nesse caso, a pessoa tem um caso de amor ao contrário com a empresa.

Então, ao invés da pessoa com esse nível de engajamento chegar ao líder e falar:

“Eu não gosto dessa empresa.”

E ir embora…

Ele não faz isso, e acaba falando mal da empresa, vive pensando na empresa e no quanto está insatisfeito de estar trabalhando nela…

E faz de tudo para boicotar a empresa.

No fim das contas, você terá pessoas com esses três tipos de engajamento na sua empresa:

Já podem ter passado pela tua empresa, ou ainda vão chegar.

E você, como dono do negócio, tem que aprender a lidar e gerir pessoas com esses três níveis de engajamento.

Se você ainda não sabe como, é só clicar no botão abaixo que eu vou te mostrar como eu posso te ajudar, trabalhando três pilares para construir uma base sólida na sua empresa: Cultura, Liderança e Gestão.

E se você quiser saber um pouco mais sobre os três níveis de engajamento, deixei um vídeo abaixo para você assistir.