Fluxo de caixa: como retomar o controle e salvar a empresa em tempos de crise?

Em tempos de crise, o fluxo de caixa se torna uma das principais preocupações dos donos de empresa. Muitos deles “fazem das tripas coração” para retomar e manter o controle diante de tamanha instabilidade.

Mas eu acredito que, mesmo nas dificuldades, precisamos parar, respirar e sermos pragmáticos para executarmos planos de ação capazes de salvar a nossa empresa e os empregos dos nossos funcionários.

Ao longo deste texto, eu, Marcelo Germano, fundador do EAG – Empresa Autogerenciável,  falo sobre como você pode salvar a sua empresa durante uma crise, tendo em mente a importância de uma gestão com números transparentes.

Boa leitura e mãos à obra!

Estabeleça as suas prioridades

Esse é o primeiro ponto que ajuda você a ter controle do seu fluxo de caixa. Dessa forma, você consegue agir sem desespero, atender às necessidades do momento e estabelecer uma estratégia que dite o rumo do seu negócio.

Nas minhas 4 empresas, eu estabeleci três prioridades: pagar os meus colaboradores, os meus fornecedores e os impostos. Lembre-se que  para você definir as suas, é necessário entender o que lhe costuma tirar o sono diante desse cenário, como o andamento do fluxo de caixa.

Comandante, não acredite que está tudo bem se você estiver lucrando, mas sem controle sobre o que entra e sai da sua empresa. Pelo contrário, você pode estar afundando o seu negócio sem nem perceber.

É o que eu costumo dizer: faturamento é vaidade, lucro é sanidade e caixa é rei. Em outras palavras, eu acredito que uma empresa sem lucro, mas com caixa, não quebra. Por outro lado, uma empresa com lucro, mas sem caixa, pode quebrar. 

Aliás, eu nunca consegui entender como muitos donos de empresa não têm conhecimento sobre planejamento financeiro, mesmo tocando um negócio com as próprias mãos. Se esse for o seu caso, faça cálculos e trace planos para estabelecer as prioridades do seu negócio. Isso será essencial para você ganhar a segurança necessária para tomar decisões, ainda mais em tempos incertos.

Faça o controle do seu fluxo de caixa

Não tem mistério para controlar o seu caixa: faça uma planilha e coloque todas as previsões de recebíveis, de pagamentos e de despesas da sua empresa. Centavo por centavo.

Dessa forma, você terá uma visão estratégica do que está entrando, do que está saindo da sua empresa e para onde vão esses recursos. Ao ter ciência dessas informações, você determina as suas prioridades em tempos de crise, corta gastos desnecessários e está a um passo para ter um maior controle do seu negócio, sem deixá-lo ir em direção ao caos. 

Realize uma gestão à vista

Quando você tem gestão, uma das principais coisas que devem ser feitas é a gestão à vista, ou seja, deixar os indicadores da sua empresa literalmente à vista de todos os funcionários, em um mural ou em um quadro branco, que são lugares fáceis de encontrar. Dessa forma, todo mundo sabe onde aquela empresa quer chegar e o que precisa fazer para chegar lá.

Existem vários indicadores que podem ser compartilhados com todos, mas os mais importantes são: o faturamento e o lucro. Deve-se estampar na parede a meta do mês, quanto se faturou até hoje e quanto precisa faturar por dia para bater aquela meta. 

Ao agir dessa forma, você permite que o colaborador entenda o que ele precisa fazer e cumprir, principalmente durante a crise. 

Só que ainda tem muito dono de empresa que se sente acuado em compartilhar o faturamento com a sua equipe. Mas não tem jeito, Comandante: se você esconder essas informações, o funcionário vai fazer essa conta na cabeça dele. Nessa incerteza, ele pode achar que você lucra muito mais do que a realidade e que a crise não existe dentro do seu negócio, criando uma falsa ilusão para todos.

Embora uma gestão à vista não se resumir a somente mostrar o faturamento, esse procedimento facilita bastante a gestão da empresa e o dia a dia dos seus funcionários, que vão saber se estão atingindo a meta e fazendo o que é necessário para salvar os seus empregos e, principalmente, o seu negócio das instabilidades.

Em um episódio do meu podcast, eu explico de forma mais detalhada a importância da gestão à vista para a sua empresa: 

Considerações finais

Ter o conhecimento do seu fluxo de caixa é vital para planejar a salvação e o crescimento da sua empresa.

Por isso, não deixe de fazer cálculos, estabelecer prioridades, ter controle da saúde financeira do seu negócio e de fazer uma gestão transparente. Se todos souberem o que está acontecendo, o que não está acontecendo e estiverem de olho nos indicadores da empresa, então todos irão tomar ações mais rápidas e efetivas para não deixá-la afundar. 

O EAG Empresa Autogerenciável foi criado para te ajudar a acabar com o caos da sua empresa e a construir uma equipe autogerenciável que funcione sem depender de você.