Como ter uma gestão de colaboradores bem-sucedida?

3 coisas que eu percebi que a maioria das pessoas não percebem, 1) antes mesmo de montar a minha empresa eu tinha a exata noção de como ela seria; 2) uma vez que eu tinha clareza, comecei a pensar nas pessoas que iriam trabalhar na empresa; 3) uma grande empresa é a pequena empresa que fez a coisa certa.

Ou seja, a primeira coisa que você, empreendedor, tem que ter é clareza de onde você quer que sua empresa chegue e comunicar isso aos seus colaboradores. Outra coisa antes de contratar o colaborador, é fazer um Job Descrition (Descritivo de Cargos) para que você e seu futuro funcionário tenha clareza do resultado que ele precisa entregar.
Importante é acompanhar esse colaborador, dar feedback constantes, comunicar se ele está atingindo os resultados, se ele está entregando suas tarefas, informa-lo quando ele erra e quando ele acerta. Muitas pessoas evitam dar feedback por uma serie de questões e esquecem de reconhecer seus colaboradores pelo trabalho bem feito. Essa prática é importante e influência muito no desenvolvimento do seu colaborador.
E o resto é plano. Você tem que ter um plano de carreira com cada colaborador. Eu costumo brincar falando o seguinte, fazer uma gestão de colaboradores são 3 conversas que você tem que ter com seu funcionário:

  1. A primeira conversa é para você entender quem é o colaborador, onde ele performa melhor e seus pontos fortes.
  2. A segunda é uma conversa de engajamento, você contar uma história, alinhar expectativa para engajar esse colaborador rumo aos objetivos que você quer chegar.
  3. A terceira conversa é de desempenho, porque muitas vezes você precisa ter aquelas conversas difíceis que vai gerar um desempenho no seu colaborador.

Como desenvolver fora da zona de conforto

Quando você for desenvolver um funcionário, muitas vezes você terá que lidar com questões difíceis, e vai precisa entender que o desenvolvimento acontece fora da zona de conforto, tanto sua quanto do seu colaborador. Vocês vão passar por uma espécie de “sofrimento” assim que saírem da zona de conforto, e vão precisar estar dispostos a aceitarem essa situação, que não é um processo dos mais simples.
Por isso que muitas vezes eu digo que para você que vai estar a frente desse processo e não sabe lidar muito bem com a situação, precisará fazer cursos de liderança, entender um pouco de auto conhecimento, quais as emoções que você e o colaborador sentirão para pode atuar da melhor maneira possível.
Além disso, você precisa fazer benchmarking. Você não precisa inventar a roda, existem muitas empresas que fazem a Gestão de Colaboradores de forma efetiva. Vá até as empresas, aprende as melhores práticas e leva isso para o seu negócio. O importante é você entender o que as pessoas estão fazendo que funciona e aplicar na sua empresa. Com o tempo você vai criando melhorias, aplicando Avaliação de desempenho, plano de carreira, treinamentos, você pode fazer uma série de coisas, mas você tem que dar o primeiro passo.
Caso você queria saber mais sobre esse assunto, separei alguns materiais abaixo:

]]>