Como sair do operacional e partir para o planejamento estratégico da minha empresa?

Você trabalha 12h, 14h, 16h por dia na própria empresa, assume todas as tarefas para si e acha que isso está te ajudando a crescer? Então eu tenho uma péssima notícia: se você continuar agindo dessa forma, a conta vai chegar em algum momento. E para evitar que isso aconteça, você precisa sair do lado operacional e migrar para o planejamento estratégico da sua empresa. 

Não entendeu o que isso quer dizer? Então leia este texto em que eu, Marcelo Germano, fundador do EAG – Empresa Autogerenciável, mostro a diferença entre o trabalho operacional e o estratégico e como você deve sair de um para executar o outro, visando sempre o crescimento da sua empresa. 

Boa leitura e mãos à obra!

Qual é a diferença entre o trabalho operacional e o estratégico?

Como eu disse neste vídeo, o trabalho operacional é aquele que precisa ser executado, ou seja, é quando se coloca a mão na massa e faz o que deve ser feito para ser entregue ao cliente. Nesse grupo, entram as vendas, as compras, a expedição, a produção e demais etapas em que se executam tarefas.

Já o planejamento estratégico é aquele que está sempre ligado a conduzir a sua empresa para a sua missão e a sua visão, e também a desenvolver as pessoas que trabalham no seu negócio para que elas produzem e entreguem resultados. 

Qual deles é o trabalho do dono da empresa?

O trabalho estratégico. Esse é o trabalho focado em fazer a empresa crescer, se desenvolver e se tornar autogerenciável, ou seja, que consegue rodar os seus processos sem depender inteiramente da sua presença. 

Por outro lado, o trabalho operacional é aquele que deve ser feito pelos seus funcionários. Se você, como dono, assume as tarefas dos seus colaboradores para si, você ficará sobrecarregado de trabalho, vai viver apagando incêndios e não vai focar no seu real papel de dono.

É o que eu costumo dizer: se você está trabalhando para fazer a sua empresa funcionar, quem está trabalhando para fazê-la crescer? 

Se você está no operacional, é hora de mudar de lado e partir para o planejamento estratégico, e eu mostrarei como a seguir. 

Como partir para o planejamento estratégico?

1) Descentralize a sua gestão

O primeiro passo para sair do operacional e partir para o estratégico é descentralizar a sua gestão. Isso quer dizer que você não deve concentrar todas as decisões e tarefas para si, porque dessa forma você estará excluindo o seu time desse processo e estará sobrecarregado de trabalho.

Tem muito dono de empresa que acredita que um líder deve agir dessa forma, e esse é um pensamento completamente equivocado. Na realidade, um bom líder inclui os demais liderados nas suas decisões, conversa com eles, consulta as suas ideias, divide as suas responsabilidades e ajuda a formar novos líderes. 

“Como assim, Marcelo, formar novos líderes?”, você pode estar se perguntando. E é isso mesmo. Veja a seguir. 

2) Forme outros líderes

Esse é um passo fundamental para qualquer dono de empresa que, eventualmente, vai precisar de ajuda conforme o negócio for crescendo. 

Todo dono de empresa deve ter a capacidade de treinar e desenvolver novos líderes para que ele possa liberar o seu tempo e focar em estratégias vencedoras no seu negócio.

Ao contrário do que muita gente pensa, a liderança não é uma habilidade nata, mas sim uma competência que deve e pode ser desenvolvida. 

E, para mim, líder é aquele que bate meta com o time fazendo o certo e que faz as coisas que devem ser feitas para exercer a liderança, como desenvolver pessoas. E isso inclui conhecer o talento de cada colaborador, alinhar expectativas com eles, fazer feedback, avaliação de desempenho e estabelecer metas. 

Quando eu decidi sair do operacional e ir para o estratégico, eu precisei formar uma equipe de liderança para atuar junto comigo. Hoje, eu tenho 6 gestores altamente capacitados e tenho líderes em outros níveis que também foram capacitados. Quer saber como eu fiz isso? Então assista este vídeo, no qual eu explico todo o processo:

3) Delegue tarefas

Lembra quando eu disse que um líder não pode centralizar todas as tarefas e tomá-las para si? É exatamente isso que quer dizer delegar tarefas, ou seja, você vai passar para os funcionários o que eles precisam fazer e, assim, você, como dono, vai apenas focar no planejamento estratégico e no crescimento da sua empresa.

Além disso, delegar tarefas também envolve estabelecer as próximas metas da empresa, ensiná-los sobre essas metas e o que precisa ser feito para alcançá-las, acompanhar processos, e reconhecer o desempenho de todos. Dessa forma, você estreita os seus laços com os seus funcionários, motivando-os e engajando-os cada vez mais. 

Considerações finais

Quando você sai do operacional e parte para o planejamento estratégico da sua empresa, você consegue ter uma visão muito mais clara sobre onde você quer chegar e o que deve ser feito para você alcançar todos os seus sonhos e objetivos. 

E lembre-se sempre, Comandante, que quem tem o time certo já está com metade da batalha ganha. Portanto, não subestime o poder e o apoio dos seus funcionários, que são peças fundamentais para fazer a roda do seu negócio girar e chegar exatamente onde você quer. 

O EAG Empresa Autogerenciável foi criado para te ajudar a acabar com o caos da sua empresa e a construir uma equipe autogerenciável que funcione sem depender de você.