Como Analisar o Caixa da Sua Empresa da Maneira Certa

Muitos donos de pequenas e médias empresas erram na hora de analisar o caixa de seus negócios.

E esse erro é cometido, muitas vezes, quando o dono vê que seu DRE está com saldo positivo…

Mas o caixa está com saldo diferente, ou até mesmo negativo.

Mas antes de te ajudar a analisar o caixa da sua empresa da maneira certa…

Você sabe o que é um DFC?

Essa sigla significa Demonstrativo de Fluxo de Caixa.

Nesse demonstrativo, é mostrado:

As entradas do caixa em um determinado período;

As saídas do caixa, no mesmo período determinado;

E quando aconteceram essas movimentações.

Esse relatório, que é o DFC, pode ser utilizado como base para tomada de decisões, por exemplo.

Ou seja, é um relatório fundamento para uma gestão financeira eficiente, assim como o DRE.

O que é um DRE?

A sigla significa Demonstrativo do Resultado do Exercício.

Assim como o DFC, o DRE também é um relatório contábil.

Mas, ao invés de analisar o caixa, como no DFC…

O DRE mostra todas as operações da empresa, sendo feito anualmente junto ao Balanço Patrimonial.

Nesse relatório é analisado se, no ano em questão, as operações da empresa geraram lucro ou prejuízo.

Só para lembrar que esse relatório é obrigatório para todas as empresas, exceto para MEI.

No entanto, apesar de ser obrigatório, os donos de empresas não devem olhar apenas para o DRE.

Mas ainda assim, acabam fazendo isso, o que gera dor de cabeça e confusão, como foi citado no início.

Portanto, por mais que o seu DRE mostre que sua empresa está gerando lucro…

É preciso analisar os outros relatórios financeiros, para se ter uma gestão eficiente.

Dessa forma, decisões melhores serão tomadas para atingir o objetivo da empresa.

Como analisar o caixa no dia a dia

Eu vou te dar um exemplo, para você entender como analisar o caixa da sua empresa no dia a dia.

Vamos supor que sua empresa vende um equipamento X.

Quando você vende o equipamento X, entra dinheiro no caixa.

Do ponto de vista do caixa, isso faz bem a ele, pois ele fica positivo – com um saldo a mais.

No entanto, quando você compra o equipamento X, sai dinheiro do caixa.

Nessa situação, o saldo diminui ou até mesmo fica negativo, o que faz mal para o caixa.

Ao entender essa operação rotineira do caixa, você precisa entender uma coisa:

O caixa tem que estar sempre positivo.

Por mais que em um determinado dia você tenha comprado mais mercadorias…

No final do dia, quando analisar o caixa, ele deve estar positivo.

Quando se presta mais atenção na hora de analisar o caixa, você começa a entender que:

– O que poderá fazer para aumentar a margem de lucro;

– E entende que o DRE por si só não contribui para uma gestão financeira eficiente.

Quando não se analisa o caixa com essa atenção, a cabeça do dono fica confusa, e a sua percepção também.

Eu cito isso porque vejo vários empresários dizendo:

“Eu trabalho, trabalho, trabalho, minhas vendas crescem…

Mas eu não vejo o dinheiro.

“Parece que quando eu era menor, eu ganhava mais dinheiro do que agora.”

Mas na verdade…

Essa é só uma percepção de uma dona ou dono de empresa que não analisa o caixa do próprio negócio.

Porque para fazer gestão financeira e traçar metas, planos de ação e executar esse planos…

Analisar o caixa vai te dar um bom olhar do que está entrando e saindo da sua empresa.

E se você ainda tem dúvidas e não sabe o que fazer com a situação caótica da sua empresa…

Clica aqui para saber como eu posso te ajudar.