5 Sintomas da má gestão do tempo no seu negócio

Provavelmente, você já falou ou ouviu alguém dizer: “Queria que o dia tivesse mais de 24 horas para conseguir fazer tudo que preciso”. 

Só que isso nunca vai acontecer. Então, ao invés de passar o tempo reclamando ou lamentando a falta de tempo, o dono de empresa precisa aprender a gerir o seu dia de forma eficiente e organizada. 

Para saber como executar uma melhor gestão do tempo, eu, Marcelo Germano, fundador do EAG (Empresa Autogerenciável), vou mostrar o que me fez perceber que eu estava gerindo mal o meu tempo e destruindo a gestão das minhas empresas.

Te desejo uma excelente leitura e reflexão!

Gestão do tempo para o dono de empresa

Tem muito dono de empresa que não sabe organizar o seu dia de forma eficiente. Dessa forma, perde-se horas valiosas, às vezes até um dia inteiro de trabalho, apagando incêndios e resolvendo problemas, ao invés de fazer a empresa crescer. 

Por isso, é necessário destacar a importância de uma boa gestão do tempo. O objetivo de todo dono de pequena e média empresa é utilizar cada hora do dia de trabalho para melhorar os resultados do próprio negócio, bem como aumentar a produtividade, fechar novas parcerias e executar um bom trabalho estratégico. 

Só que a maioria dos empresários não conseguem aproveitar o seu tempo ao máximo. E, geralmente, isso não é uma falha de um dia só. Essa falta de gestão do tempo, geralmente, é rotineira, até que aquele empresário sinta que sua empresa está se tornando um fardo em sua vida. Mas como saber se esse é exatamente o seu caso? Veja a seguir.

5 sintomas de uma má gestão do tempo

Se você vive apagando incêndios na sua empresa, já é sinal de que você não está conseguindo gerir o seu tempo da forma que o seu negócio precisa. 

Listei 5 sintomas que podem indicar o motivo para você estar atravessando essa fase de forma tão conturbada:

  1.  Você não organiza a sua agenda 

Um empresário que não planeja a sua semana é um empresário fadado ao fracasso. Você tem que concordar comigo que não é viável viver os seus dias de forma aleatória, sem ter registrado cada passo que será feito: compromissos, reuniões… 

Deixar para memorizar tudo ou para improvisar no que precisa ser feito, são sinais de desorganização e de falta de gestão de tempo eficiente. E estou falando de tudo mesmo: planeje e coloque na agenda até aquele feedback que você precisa dar ao seu funcionário de 5 minutos.

  1.  Você não estabelece prioridades

Quando não se estabelece quais são as principais tarefas a serem cumpridas naquela semana, você não consegue colocar foco no que realmente importa. Por isso, acaba apagando incêndios e deixando de lado o que realmente vai fazer a sua empresa crescer.

  1.  Você faz muitas coisas ao mesmo tempo

Essa é campeã. Super-herói só existe nos filmes e nas histórias em quadrinhos, mas tem muito dono de empresa jurando que também é um. Você não tem que dar conta de tudo sozinho e fazer várias coisas ao mesmo tempo. Isso só vai sobrecarregar o seu tempo. 

Se você está fazendo muitas tarefas ao mesmo tempo, é sinal de que você muito provavelmente está fazendo o trabalho alheio, ou seja, o dos seus funcionários. 

Não dividir funções demonstra, mesmo que você não perceba, falta de confiança na sua equipe. Por isso, para você deixar de fazer muitas tarefas ao mesmo tempo, é necessário delegar tarefas. Assim, o tempo que você gastaria fazendo o trabalho dos outros, vai se tornar um tempo de qualidade para você cumprir o que realmente um dono de empresa deve fazer, focar naquilo que vai fazer a sua empresa crescer. 

Com isso, você passa a priorizar poucas, mas boas tarefas. Esta é a chave para conseguir se organizar da forma devida. Focar em uma tarefa de cada vez significa organizar, também, o andamento da sua empresa.

  1. Você não separa momentos de descanso

Se você só pensa em trabalho, trabalho e mais trabalho, vai viver sobrecarregado. Quando você vira prisioneiro da sua própria empresa, trabalhando mais de 12 horas por dia, você deixa de lado os momentos de descanso ou de lazer. 

Só que a vida é muito mais do que trabalho e preocupação. Uma pessoa que não tira um tempo da semana para focar em atividades prazerosas e pessoais, não consegue renovar as energias necessárias para enfrentar os momentos de desafio da vida profissional. E eu falo isso o tempo todo: um líder precisa de muita energia para tocar o seu negócio. E ela precisa ser reposta, constantemente.

  1. Só foca nos momentos de descanso

Por outro lado, um empresário que vive ansioso para chegar ao fim de semana e se desligar completamente de sua empresa, não consegue prosperar o próprio negócio.

Acima, mostrei como é fundamental separar algum tempo livre para focar na sua vida pessoal. Mas a vida de um empresário de pequena ou média empresa não é igual a de seus funcionários. Você vai levar, sim, trabalho para casa. Não tem jeito.

No entanto, sua empresa não pode ser um fardo para você. Se tem sido, confira se o problema é a gestão do tempo mesmo ou os propósitos que te levaram a abrir o negócio. 

A solução para uma gestão do tempo eficaz

Você, empresário, viu aqui 5 sintomas que mostram, claramente, uma gestão de tempo ineficiente. Muito provavelmente, você se identificou com algum deles, senão com todos. 

Mas o que eu vou te mostrar agora é uma solução para você aprender, de uma vez por todas, a gerenciar o seu tempo, para que você nunca mais tenha que perder o seu dia apagando incêndios: você precisa elaborar o que eu chamo de Plano de 90 Dias (uma ferramenta que abordamos na Imersão EAG, nosso treinamento para donos de pequenas e médias empresas).

Todo empresário de sucesso, que tem uma empresa madura, planeja a sua semana, de segunda a domingo. 

O Plano de 90 Dias consiste em reservar um tempo dos seus domingos para planejar os 7 dias de sua semana. Como eu disse acima, a vida do empresário de pequena e média empresa não consiste em folgar aos sábados e domingos. Você precisa integrar a sua vida pessoal com a sua vida profissional.

Tendo essa consciência, você vai planejar a sua semana inteira em diferentes blocos. 

Por exemplo: se você tem três prioridades para serem cumpridas naquela semana, você as coloca em blocos espalhados durante a semana. Assim como o restante das suas tarefas. 

Além disso, eu sempre aconselho ao empresário, ou à empresária, a acrescentar alguns dias essenciais nos seus blocos semanais:

  • Dia de foco: é o dia em que você vai trabalhar exclusivamente naquilo que você faz bem, naquilo que gera resultado para a empresa;
  • Dia da limpeza: é o dia em que você tira tudo o que está te atrapalhando do meio do caminho. Podem ser papéis bagunçados em uma gaveta, e-mails não respondidos… 
  • Dia livre: é o dia que você vai elencar como o dia do descanso. Pode ser um sábado, um domingo, ou até mesmo um dia da semana. Mas é necessário que você tire esse dia para cuidar da sua vida pessoal, e, assim, renovar as suas energias. 

Planejar os 7 dias da sua semana, mapeando os possíveis entraves que você terá, elencando as suas prioridades e registrando tudo o que precisa ser feito, é a solução para que você tenha uma gestão do tempo eficaz, fazendo com que sua empresa cresça.

Considerações finais

Muitos empresários acabam se enrolando com afazeres desnecessários, ou resolvendo problemas que não fazem o seu negócio prosperar. Vivendo dessa forma, dia após dia, o sonho de ter uma empresa autogerenciável fica cada vez mais longe. 

Mas é perfeitamente possível se organizar, facilitando os processos de sua empresa e tornando-a um negócio maduro, ao invés de um fardo na sua vida. 

O Plano de 90 Dias é uma ferramenta fundamental para ajudar na organização das suas semanas e das atividades que precisam ser realizadas por você, empresário, para fazer a sua empresa crescer.

Quando você entende o seu real papel no negócio, que é o de fazê-lo prosperar, ao invés de querer fazer a parte que cabe aos seus funcionários; de se preocupar apenas em resolver problemas; de trabalhar excessivamente, ou de trabalhar quase nada… é quando você consegue tornar a gestão do tempo em uma ferramenta eficaz na saúde da sua empresa.

O EAG Empresa Autogerenciável foi criado para ajudar donos de empresas a acabar com o caos em que seus negócios se encontram e torná-los autogerenciáveis.