Você realmente está fazendo um trabalho duro no seu negócio? Descubra.

Você realmente está fazendo um trabalho duro no seu negócio? Descubra.

Não tem jeito, o trabalho duro é algo inevitável para o crescimento de todo negócio. No entanto, ele costuma ser confundido pela maioria dos donos de empresa.

O que eu, Marcelo Germano, fundador do EAG Empresa Autogerenciável, chamo de trabalho duro para um dono de empresa, é o empenho em transmitir a essência da sua empresa para seus funcionários, e acredite, isso dá muito trabalho. Todo o resto é trabalho burro. 

Para saber se você, como dono da sua empresa, está se dedicando em um trabalho duro, reuni neste post o que pode transformar de vez o seu papel dentro da sua empresa, a partir do que eu mesmo construí ao longo da minha carreira. 

Te desejo uma excelente leitura e reflexão!

O que é trabalho duro?

As pessoas acham que trabalhar duro é trabalhar muito, se envolver muito, fazer muito, trabalhar muitas horas… Mas será que se está fazendo o certo? Para um dono de  empresa, o trabalho duro precisa estar presente em cada canto dela sendo, basicamente, a transmissão da cultura da empresa para seus colaboradores. Esse é o maior trabalho duro dentro de uma empresa.

Portanto, o trabalho duro é a transmissão da cultura da empresa para a empresa, ou seja, é a maior missão de qualquer empresário. 

Você precisa se fazer a pergunta: “a minha empresa vale mais agora do que quando o dia começou?”

Ela é essencial para responder se você está fazendo um trabalho duro ou um trabalho burro, que é quando o dono está no operacional, apagando incêndio, se preocupando em fazer a empresa funcionar ao invés de fazê-la crescer. Ou seja, é quando o dono está no papel errado do próprio negócio.

A maioria dos donos de empresas vivem nessa corrida de ratos porque nunca estabeleceram uma cultura intencional e vivida por todos dentro da empresa. E por esse motivo, eles não conseguem focar em fazer a empresa valer mais a cada dia.

O ponto é: quando se trabalha a cultura organizacional da empresa, estabelecendo a missão, os valores e esclarecendo as metas, de fato o trabalho duro acontece, gerando resultados a longo prazo.

Quando não se está fazendo um trabalho duro

Pode acontecer do empresário achar que, como ele está trabalhando muitas horas por dia, é o primeiro a chegar e o último a sair e resolve muitos problemas, ele pode estar trabalhando duro, mas isso não é sinônimo de que um bom trabalho esteja sendo feito. Na verdade, esse é um sintoma de que ele está no papel de qualquer funcionário da empresa, menos o de dono.

Um exemplo é quando o empresário acredita que está fazendo o trabalho duro, mas não está colhendo os resultados que gostaria. Isso é claramente percebido quando não há alguém cuidando dos números, das pessoas que fazem o trabalho e de onde a empresa quer chegar.

Você me pergunta: “Mas, Marcelo, então como fazer para resolver o problema?”

Te respondo logo a seguir. 

Cultura organizacional: chave do sucesso do seu negócio

O grande ponto de partida para o seu negócio prosperar é a cultura organizacional. Ela envolve a identidade da empresa e como tudo funciona. 

A partir de uma cultura organizacional definida, o empresário precisa passar suas principais ideias para o seu funcionário, tais como o que importa para aquela organização, onde ela almeja chegar e o porquê o que fazemos dentro dessa empresa é tão importante para a sociedade. Isso é feito por meio do Ponto de Vista Educativo, o PVE.

A implementação da cultura organizacional é um trabalho duro em tempo integral. Ou seja, ela precisa estar sendo sempre vista e revista de acordo com os objetivos que a empresa deseja alcançar, mas também para saber se o seu time está acompanhando esse processo. 

Não adianta o dono da empresa exigir do funcionário aspectos como dedicação e desenvolvimento se ele mesmo, empresário, não cumpre esses requisitos. A empresa é um reflexo do dono e, por isso, o exemplo tem que vir de cima. Não é um processo simples, mas é necessário, pois é o que vai fazer a empresa crescer e atingir patamares elevados. 

Mais sobre cultura organizacional

Você já deve ter ouvido a frase “ninguém consegue nada sozinho”. Fazer o trabalho duro é trabalhar real papel do dono, disseminando a cultura da empresa, gerando valor para o negócio, liderando pessoas e fazendo a empresa crescer. 

Um empresário que trabalha no papel errado, que faz o trabalho burro, está atrapalhando o crescimento dessa empresa. Quando isso acontece, ele precisa de ajuda externa para colocar a empresa nos eixos. 

Mas o que é ajuda externa? Para você entender mais sobre esse assunto, e como essa ajuda é fundamental para a consolidação de um negócio, indico a leitura do material “Todo dono de empresa precisa de ajuda externa. Descubra quais”.

Boa leitura!

Considerações finais

O trabalho duro é aquele que entende como a construção sólida da cultura organizacional impacta diretamente no desenvolvimento da empresa.

Fortalecer e enraizar a cultura para todos os funcionários faz com que o seu negócio consiga prosperar da forma correta. 

Dessa forma, você, como empresário, não vai mais ficar apagando incêndios sem necessidade, e sim saber lidar com as adversidades com soluções sábias para a sobrevivência e desenvolvimento do negócio.

O EAG Empresa Autogerenciável foi criado para ajudar donos de empresas a resolverem o caos em que seus negócios se encontram e torná-los autogerenciáveis.

Autor: Marcelo Germano
Publicado há 4 meses

mail_outline
Assine nossa newsletter e receba conteúdos que vão ajudar você a tornar sua empresa autogerenciável.