2 Formas de Medir o Nível da Sua Equipe

Para ter uma equipe de alta performance, é necessário medir o nível da sua equipe primeiro.

E para faze isso, existem duas formas de medir.

A primeira, serve para medir coisas tangíveis, como por exemplo as metas.

Já a segunda forma, serve para medir coisas mais intangíveis…

Mas que podem ser observadas e, logo, mensuradas.

Essas duas formas de medir o nível da sua equipe são:

Metrificação vs Quantificação.

Apesar da semelhança, existe uma diferença entre metrificar e quantificar.

E é essa diferenciação que vou fazer agora.

Então, vamos lá!

Metrificando o nível de performance

A primeira forma de medir coisas que são tangíveis, é a metrificação.

Nessa forma, você só consegue metrificar aquilo tem alguma espécie de medida.

Como exemplo, você pode medir o nível da sua equipe metrificando:

Se eles batem metas;

Entregam o que precisam entregar no prazo;

Quantidade do que sua equipe ou colaborador produz em um determinado período de tempo;

E por aí vai.

Então, essas são métricas que você pode utilizar para medir a performance do seu time.

Quantificando os comportamentos observáveis

Se metrificar e quantificar são duas coisas diferentes…

Então, o que é quantificação?

Vamos imaginar a seguinte situação.

Para medir o nível da sua equipe e saber se eles estão performando…

Você entende que existem pressupostos que vão contribuir para que eles possam performar.

Então, vamos supor que organização é um princípio muito importante para que sua equipe performe bem.

Nesse caso, não há uma espécie de medida para você metrificar esse princípio.

Afinal, ser organizado é um comportamento que a pessoa pode ou não ter.

Então, para saber como verificar e quantificar esse comportamento – ou qualquer outro…

Você sempre vai se perguntar o que uma pessoa que tem esse comportamento faz.

Lembrando que é preciso ser observável, para que você possa verificar, dar nota e, dessa forma, conseguir medir o nível da sua equipe.

Continuando com o exemplo, vamos nos perguntar:

O que uma pessoa organizada faz?

Vamos supor aqui, que uma pessoa organizada chega no horário certo todos os dias.

Você consegue verificar se a pessoa vai chegar no horário ou não.

Então, esse comportamento pode ser quantificado.

Daí, você vai definir critérios para dar notas a esse comportamento.

Simples assim.

Para deixar mais claro para você não ter dúvidas, vamos para mais um exemplo.

Digamos que uma pessoa organizada planeja a agenda todos os dias, antes de trabalhar.

Há como observar essa ação?

Sim, através de um calendário ou agenda online, por exemplo.

A pessoa pode preencher todo dia, antes de trabalhar…

E você terá acesso, para observar, verificar e dar uma nota, de acordo com critérios que você estabeleceu.

Ou seja, quantificar é tornar possível a medição de algo intangível como um comportamento.

Há limite para as pessoas da minha equipe se desenvolverem?

Olha, eu costumo dizer que para o ser humano, não há limite.

Afinal, todo os dias estamos nos desenvolvemos.

Ou pelo menos, temos a capacidade de nos desenvolvermos.

Eu acredito que todo ser humano pode se desenvolver mais, logo, a sua equipe também pode.

E para saber mais como construir uma equipe autogerenciável, que é uma equipe que:

  • Não depende de você para funcionar;
  • Que sabe o que precisa ser feito e entrega o que precisa ser entregue…

É só clicar aqui que eu te mostro o caminho para construir uma equipe autogerenciável.